Carregando
Lembrar? | Esqueci a senhaCadastrar
análise • switch 
Disgaea 5 Complete
Escrita por Felipe Lima

Começo esta análise já afirmando que não sou um fã de longa data da franquia, então temos aquele belo ponto onde posso avaliar o quão bem vindo é Disgaea 5 aos novos jogadores.

Pois bem, os menus iniciais são simples e o começo do jogo é simpático, contando uma história do que se passa naquele momento. Me pego em meio a uma bela batalha com direito até a dragões e um bom e forte exército do oponente, após algumas cenas entra  - literalmente – uma abertura de anime em CG muito bem trabalhada e cheia de efeitos bacanas pra telinha do Switch (estava jogando em modo tablet nessa hora).

Após essa entrada, o começo real do jogo onde um breve tutorial começa a lhe explicar todas as funções e o que cada botão dos Joy Con fazem, assim como também te introduz aos NPCs e suas funções no castelo – tudo bem fluído e rápido, você inclusive pode simplesmente apertar “X” e pular tudo isso se já estiver acostumado com a franquia.

Não sei se por ser novo eu não sabia, mas achei legal essa dinâmica de se aproximar de qualquer personagem e ver todos os seus atributos sem que precise de interações, na parte superior da tela, ainda é exibido “notícias” relacionadas ao Nether, algumas são até piadinhas do reino se você parar pra prestar atenção.


O jogo em si é a versão completa daquele que havia sido lançado em 2015 pra PlayStation 4, que basicamente “completa” a história com detalhes sobre Killia e seu exército de Overlords contra as forças combinadas do Imperador Void Dark. Para quem é acostumado com a série, sabe que muito humor está envolvido nas histórias, e isso vem desde aquele começo que contei um pouco acima e até mesmo em tutoriais você vai perceber as piadas entre os personagens.

Disgaea 5 é um jogo onde a história é apenas o prato de entrada do game, os veteranos na franquia rapidamente vão entender que terão de perder horas e mais horas parar subir os níveis dos personagens, e entender toda a história contada no jogo que conta com todo aquele conteúdo que fora disponibilizado em sua versão lançada para PlayStation 4. Vale ressaltar que nada daquilo foi alterado nesse conteúdo, e que a experiência pra quem não havia jogado antes vai ser ainda maior e mais completa.


Em termos de desempenho, a versão de Switch se sai realmente muito bem, o jogo roda perfeitamente em 720p quando no modo portátil – mas também possui poucas perdas quando a arena está completamente cheia de inimigos. O visual retrô com animações e personagens simples, além de um plano de fundo também simplificado, é aquilo que todo jogador de um SRPG espera ver.

Uma outra surpresa boa é aquela famosa discussão de idiomas que os fãs gostam. Disgaea 5 conta com a opção para troca entre inglês e japonês nos áudios, permitindo que você ouça a dublagem originalmente nipônica – não desmerecendo a americana, que por sinal ficou muito bem feita em minha opinião. Como nem tudo são flores porém, infelizmente aquele sistema de recompensa que existe no console da Sony não existe para o Switch, mas não quer dizer que sua experiência com o jogo seja comprometida, mas seria um adicional bacana para motivar os jogadores.


Veredito

Disgaea 5: Complete realmente cumpre aquilo que traz junto ao seu nome - ele é completo, e vai te fazer perder horas e horas, caso opte por deixar seus personagens em altos níveis, ou até mesmo só queira explorar cada ponto da história e todo aquele bônus que as DLCs lançadas no PlayStation 4 traziam em 2014. Para os fãs da franquia, é um prato cheio com belos gráficos e um enredo engraçado e cativante (não posso esquecer da trilha sonora, intacta e muito bem feita). Para os novos, uma oportunidade de entrar para o mundo de RPG Estratégico e conhecer melhor o que Disgaea traz com toda sua história bem humorada e cheia de surpresas. Você só precisará ter um pouco de paciência caso queira explorar tudo, afinal de contas, sem um nível alto de seus personagens... acabará ficando parado em alguma parte do jogo.


8,5
COMENTáRIOS • site
peter parker
21/05/2017 s 12:34
> Fod***e sua opinião.

Se não liga pra opinião dele, porque leu até o último parágrafo?
NewD2Boy
19/05/2017 s 16:57
Essa é uma franquia muito louca, com uma boa história, humor, gameplay e personagens, eu sou fã da franquia e recomendo para qualquer um que gosta de SRPG e mesmo eu não gostando do Switch e não tenho o menor interesse em comprá-lo, eu quero muito que esse jogo faça sucesso nele, tanto em mídia física como por download.
Akise Aru
19/05/2017 s 15:55
<b>não desmerecendo a americana, que por sinal ficou muito bem feita em minha opinião</b>

Foda-se sua opinião.
Allaninja
19/05/2017 s 13:02
"O jogo que me vendeu o Switch.
Agora só falta dinheiro e disponibilidade O/"



Tipo eu
Domucacto-Kuno
19/05/2017 s 11:19
análise bem superficial, hein?
Valle
19/05/2017 s 09:15
O jogo que me vendeu o Switch.
Agora só falta dinheiro e disponibilidade O/
Patolouco
19/05/2017 s 01:37
Análise muito boa e rápida. Parabéns!

Apenas usuários cadastrados podem comentar.

Se deseja realizar seu cadastro, clique aqui.

COMENTáRIOS • facebook
análises recentes
switch
switch
switch