Carregando
análise › eshop 
Parascientific Escape: Cruise in the Distant Seas
escrita por José Viana
Parascientific Escape: Cruise in the Distant Seas é uma visual novel japonesa com elementos de puzzle, desenvolvida pela Intense e publicado pela Circle Entertainment para o Nintendo 3DS. Para aqueles que conhecem os jogos Zero Escape (999, Virtue’s Last Reward), este jogo busca bastante inspiração nessa série, indo de um personagem acordando num quarto fechado até uma ameaça de morte iminente caso o jogador não resolva os problemas apresentados pelo mestre por trás da trama.



O jogo começa com Hitomi Akeneno, uma colegial de 16 anos convidada por uma pessoa misteriosa à primeira viagem de um cruzeiro de luxo patrocinada pelo conglomerado Amabishi. Neste convite, Hitomi é intimada para comparecer e descobrir mais sobre o seu passado, porém abordo deste cruzeiro, ela e sua amiga Chisono não imaginavam os planos que já haviam sido feitos para as duas...

Hitomi acorda ao som de estrondos no quarto em que foi marcado o encontro com a pessoa misteriosa. Ela descobre que está presa no quarto e precisa fugir logo, ao descobrir que os barulhos são bombas que explodiram por volta do barco. Dentro do quarto, ela encontra Merya, herdeira do conglomerado Amabishi, e que possui uma bomba em volta de seu pescoço, e precisa da ajuda de Hitomi para decifrar as charadas e conseguir fugir com vida.



Hitomi é uma dupla psíquica, algo nunca antes registrado pela humanidade. Psíquicos são aqueles com habilidades especiais, raros entre os humanos e poucos admitem seu poder. Hitomi, então, possui dois poderes diferentes, e junto com a sua amiga Chisono, que também tem sua própria habilidade, devem aprender a se adaptar e salvarem Merya e a si mesmas.

Se a premissa pareceu familiar, é porque você deve conhecer os jogos da série Zero Escape, ou mesmo ouvir falar de Ever17, uma visual novel do mesmo autor dos jogos da série ZE. Parascientific Escape: Cruise in the Distant Seas busca inspiração nesses jogos, e assim trazendo ao jogador elementos que já foram explorados e não são novos.



As habilidades da protagonista dão uma nova faceta para alguns puzzles, que dependem exclusivamente de ver através do que cobre o puzzle e mover objetos à distância. Os outros puzzles são bem simples para quem já está acostumado, resolvendo charadas e usando da lógica para descobrir o que fazer em seguida. Na dúvida, o jogo tem uma seção de dicas nas opções, para quem não conseguir prosseguir.

Dessa forma, o jogo é metade diálogo, metade solução de puzzles. Os puzzles não são difíceis o suficiente para impedir quem está jogando pela história e a história não é tão enrolada para incomodar quem está jogando pelos puzzles. Mesmo assim, o jogo não é tão longo, podendo ser completado por volta de cinco a seis horas.



A estética do jogo é a comum presente na mídia japonesa e a trilha sonora é bem simples, se não um pouco repetitiva. O jogo não tem dublagem e o idioma do jogo está apenas disponível em inglês. A tradução do jogo é bem direta, não foi de fato uma localização, com adaptações para caracterizar as personalidades distintas de cada personagem. Encontrei alguns erros mais para o final do jogo, mas nada que distraísse da experiência.

No geral, eu recomendo o jogo fortemente para quem conhece o gênero e gosta de jogos desse tipo. Pelo preço, eu recomendaria até para aqueles curiosos esperando uma primeira oportunidade para experimentar. O grande destaque desse jogo realmente é o preço (U$5 na eShop Americana, R$22 na eShop Brasileira). Não se encontra em nenhuma plataforma da Nintendo um jogo do gênero perto desse preço, que forneça uma boa experiência como esse jogo. O jogo é bom, mas o preço é genial.





Veredito

Parascientific Escape: Cruise in the Distant Seas traz parte da experiência dos jogos Zero Escape por uma fração do preço. Fãs do gênero podem investir nesse jogo tranquilamente, porque pelo preço pedido, há uma boa história e horas de diversão.




Jogo analisado com código fornecido pela Circle Entertainment.




7,5


comentários
Escroticeiloveyou
17/03/2016 às 18:31
Shizuka, eu tava com um pé atras mesmo tendo lido a analise.
Valeu. Agora eu fiquei mais firme. Valeu. Parece que é consistente mesmo então.
Shizuka
15/03/2016 às 13:39
Então Emanuel, tudo que o jogo faz, ele faz bem. Por mais que outros consigam fazer melhor, como os jogos da série Zero Escape, mesmo assim não tira o mérito do Parascientific Escape. A história tem um nexo, os puzzles são divertidos, ainda que um pouco simples, e o preço torna a experiência ainda mais inclusiva para aqueles que não tem condições de pagar U$40 no Virtue's Last Reward.

Não tem como fugir da comparação, assim como não tem como fugir de usar o preço como um dos parâmetros da análise. Dessa forma, acredito que um 7,5 é a nota que melhor reflete o jogo, pelo menos na minha opinião como jogador.
NewD2Boy
15/03/2016 às 13:32
É um jogo interessante que se segue a linha da franquia Zero Escape tem que ser conferido.
Escroticeiloveyou
13/03/2016 às 23:37
Perdi as contas de quantas reviwes teve esses dias. Agora vo perder as contas de quantos meses vao demorar pra postar algo alem de noticias

PS: pq 7,5 se o visual é generico, o som pobre e a adaptaçao mediocre ate mesmo contendo erros? Se o gameplay, mecanicas e a historia valem a pena, um 7 nao seria mais adequado, ou mesmo um 6,5?
Eu sei q sou debochado, mas to perguntando serio pq nao me pareceu honesto, por exemplo, um roteiro q pouco diferencia seus personagens num jogo com historia cm um dos maiores elemwntos tirar una nota tao alta como 7,5

Apenas usuários cadastrados podem comentar.

Se deseja realizar seu cadastro, clique aqui.

Login de usuário


Lembrar?

wii u brasil no youtube

nintendosfera

análises recentes
Infinity Runner
wiiu