Carregando
análise › wiiu 
DuckTales Remastered
escrita por Gustavo Vitor Barbosa Bomfim

Houve uma época em que jogos não tentavam contar histórias elaboradas e existiam simplesmente para serem jogados, e não assistidos. Este segundo tipo de mídia continha em seu diverso rol de animações, cartuns da Disney hoje dados como clássicos como Mickey Mouse, Pato Donald e Tio Patinhas. E suas versões em cartucho, cortesia de uma parceria da Capcom com a Disney na era de ouro dos jogos 8 e 32-bits, conseguiu alguns clássicos próprios no meio dos jogos eletrônicos. Castle of Illusion, Alladin... E é claro, DuckTales.


Esta versão remasterizada, lançada 24 anos após o original no NES é uma mistura das duas mídias. O jogo original permanece praticamente intacto quanto à jogabilidade, mas situado em um mundo pincelado pela WayForward, especialistas no campo 2D, com diversos projetos nas plataformas virtuais da Nintendo nos últimos anos. DuckTales é lindo, dos cenários e backgrounds aos modelos de personagens e as sensacionais animações. Dá vontade de ser capturado por uma planta carnívora na floresta Amazônica só para ver Patinhas se debatendo para escapar da perdição. Mas só vontade.

Isso porque DuckTales pode enganar com sua linda camada HD, mas o jogo se mantém fiel às suas origens no NES. Nada de facilitadores como a maioria dos platformers da geração. O jogo nunca é particularmente difícil ou injusto, mas vidas são limitadas, e ao contrário das tarifas do Reino dos Cogumelos, por exemplo, nem todo o agora mergulhável cofre infinito do Tio Patinhas consegue comprar uma nova. Os milhares de diamantes espalhados nas fases? Monetização utilizada para comprar artworks e soundtrack, apenas. E ao perder as 3 vidas, nada de checkpoint. De volta ao início da fase.


Intercalando os pulos, bengaladas e tacadas de golfe, os entusiastas encontrarão segmentos de um episódio do programa original. Ou seria, se tivesse um dia sido exibido. Isto porque todas as partes de história são novidade - A Disney liberou os atores originais dos personagens do cartum americano, e um enredo foi traçado em cima das fases do jogo, contando como Patinhas conseguiu 5 tesouros lendários. A dublagem é excelente e possui o humor característico da série pra rebastecer a dose nostálgica dos fãs.

A trilha sonora do jogo original também recebeu uma revitalizada. Agora sem depender do áudio limitado do sistema nativo, as versões refeitas dos temas das fases atigem o ponto certo entre fidelidade e modernização. Não existem músicas ruins e as batidas animadas sempre parecem de acordo com a ação mais frenética do jogo.


DuckTales é curto, mas níveis de dificuldade destraváveis e leaderboards online podem justificar a incursão, senão apenas pela extrema dedicação e carinho que os desenvolvedores tiveram em remasterizar um clássico do NES. As cutscenes podem acabar interrompendo o fluxo do gameplay mais frequentemente que deveriam, ainda mais se tratando de um jogo de uma era em que isso não acontecia, mas chances são que quem manifesta interesse em DuckTales Remastered goste do desenho original. E com a opção de pulá-las, nunca se tornam um fardo pesado. Uma escolha ideal de desativá-las completamente para os que assim preferem ou mesmo eventuais speed runs, infelizmente, não existe.

Platformers de então e de agora mostram que apesar do status de clássico, DuckTales não era e ainda não é excepcional no gênero. Mas é muito divertido. E no fim do dia, é como um dos sobrinhos de Patinhas diz na Transilvânia: Você é um velho batendo em caras maus com uma bengala. O tipo de coisa que só jogos conseguem proporcionar. E poucas coisas são tão divertidas quanto isso.

 
-- Resumo --

+ Gráficos e animações
+ Trilha sonora revitalizada
+ Atores do show original americano reprisando papéis

- Poucas vidas e ausência de checkpoints podem afastar alguns
- Não há como desativar completamente cutscenes

 

Jogo analisado com código fornecido pela Capcom.




8,0


comentários
AleXsds
10/09/2013 às 21:50
Otimo jogo, vale o investimento, apesar de rapido (pouco mais de 6 horas, é eu morri pra $/%#¥£) me fez voltar a infância e memorizar trechos de fase para passar e pegar todos os itens (não, eu não peguei ou destravei tudo). Se você for um brasileiro de yucon pode ficar 14 dolares mais pobre sem medo.
Tokii
21/08/2013 às 21:39
Nunca joguei o original, do NES, então não tenho interesse algum nesse remake, infelizmente. Além disso o visual e o gameplay não me agradaram.
Mas bela análise. Talvez se algum dia o jogo entrar em promoção na eShop, eu pense em comprar.
Big Bossman
15/08/2013 às 22:08
"Poucas vidas e ausência de checkpoints podem afastar alguns"
Mas jogo fácil não tem graça! Brincadeiras a parte acho que vou comprar esse jogo pois não tive a oportunidade de jogar ele na época que lançou!
DK
15/08/2013 às 20:11
-''Poucas vidas e ausência de checkpoints podem afastar alguns ''

AFF, chegou a era dos baitolas !
Master Gamer
15/08/2013 às 18:29
" Poucas vidas e ausência de checkpoints podem afastar alguns"

Engraçado, pelos videos o jogo parecia bem mais fácil que o original. Em uma comparação lado a lado, a lifebar no novo era bem maior que a do antigo :v

"em opção pra jogar o game com o visual clássico?"

Tem, mas ela será vendida separadamente como jogo de Virtual Console :v
Beto FdP
15/08/2013 às 12:21
Parabéns pelo review, está muito bem feito.

É uma remasterização excepcional mesmo.
Warfox
15/08/2013 às 08:39
"Poucas vidas e ausência de checkpoints podem afastar alguns"

Mesma coisa acontecia no original nem por isso foi impedido de terminar esse jogo na dificuldade extrema sem perder vidas.

blimbou
15/08/2013 às 00:18
Tem opção pra jogar o game com o visual clássico?
Super FOG
14/08/2013 às 22:55
"Desde quando dificuldade é ponto negativo?"

Se ela é desbalanceada ou o level design é truculento, a dificuldade pode ser sim um ponto negativo. SMB Lost Levels (o de NES, não o do All-Stars) é um jogo que eu odeio por ser injustamente difícil por causa do level design porco que foi praticado.

Além de tudo, a "modinha infantil" de verdade é achar que jogo tem que ser difícil pra ser bom, achar que quando o jogo é fácil não é jogo de homem, achar divertido se ferrar dezenas de vezes.. isso sim é modinha infantil. Eu jogo jogos para relaxar, extravasar, eu sou muito escapista, logo dificuldades mais baixas ou pelo menos equilibradas são as minhas favoritas.
Hinz
14/08/2013 às 17:23
Gostei da análise, mas discordo do primeiro ponto negativo citado. Acho que um remake deve ser o mais fiel e preciso possível.
Mr Wong
14/08/2013 às 16:52
"Poucas vidas e ausência de checkpoints podem afastar alguns"

Desde quando dificuldade é ponto negativo? eita modinha infantil ¬¬
Ro.G.er_Silver
14/08/2013 às 14:23
Pessoal acha que dublar jogo é só copiar as vozes do desenho e colar no jogo.
Super FOG
14/08/2013 às 12:11
"Goof Troop, Aladdin e Disney Magical Quest 3 "

The Great Circus Mystery>>>>>>>>>>>>>Todos esses que você falou.

Falaram que o jogo só seria legendado em português, se bem que podiam pelo menos dublar a música de abertura, e com o Luis Ricardo! Me recuso a chamar o Tio Patinhas e cia. de outras coisas.
Raph
14/08/2013 às 05:01
Não joguei o original, por isso é quase certo que eu passe longe desse jogo.
Além de não ter o fator nostalgia gritando em meu peito, não curti esse pular desenfreado do gameplay.


"adoraria ver uma remasterização do Goof Troop, Aladdin e Disney Magical Quest 3"
Aí, sim! :D
Ro.G.er_Silver
14/08/2013 às 03:52
Foi mágico quando começou o jogo e ouvi aquele barulhinho clássico do logotipo da CAPCOM!

Frustração por morrer várias vezes e frustração em saber que tudo volta do início da fase! É uma coisa ruim que é legal que esteja lá!
Não tem checkpoint? Como assim? Que raiva e que legal! Vou ter que me esforçar pra não morrer da próxima vez!

Nostálgico, divertido, desafiante, bonito e carismático até pra quem não conhece!

PS: Desculpe o abuso no uso de "" mas é o que eu sinto ao falar desse jogo!

Apenas usuários cadastrados podem comentar.

Se deseja realizar seu cadastro, clique aqui.

Login de usuário


Lembrar?

análises recentes
SteamWorld Dig
wiiu    2
Shut the Box
wiiu    5
Master Reboot
wiiu    4
Mario Kart 8
wiiu    57
Shovel Knight
wiiu    6
Bravely Default
3ds    10
Child of Light
wiiu    13